Denuncie  

Ministro Pimentel destaca no SIMBRACS o discurso de Laércio Oliveira

 

O evento reuniu autoridades dos setores públicos e privados e será referência nos debates futuros.

 

O ministro da Indústria e Comércio Fernando Pimentel destacou o discurso do deputado federal Laércio Oliveira pelo desenvolvimento do setor de serviços no Brasil, nesta quarta-feira, 29, no Simpósio Brasileiro de Políticas Públicas para Comércio e Serviços (SIMBRACS).

 

?Laércio Oliveira muito bem destacou, em seu belíssimo discurso, que vivemos um momento singular na nossa economia, especialmente no setor de comércio e serviços, que é o que mais cresce?, disse o ministro.

 

O deputado participou ativamente das discussões no evento, onde também realizou uma reunião da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Setor de Serviços. ?O Brasil precisa de um novo Código Comercial, da flexibilização das leis trabalhistas e de uma lei da terceirização?, afirmou o deputado.

 

O parlamentar também solicitou ao ministro Fernando Pimentel a  alteração do nome da pasta para Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços.

 

O secretário de Comércio e Serviços do MDIC, Humberto Ribeiro, destacou que o SIMBRACS é um espaço de diálogo entre o governo federal e o setor privado, e que tem como objetivo concretizar ações e políticas públicas que auxiliem na construção de um ambiente de negócios favorável diante de desafios como capacitação, acesso ao crédito, comércio exterior, tecnologia, inovação, informação e desburocratização.

 

Participaram do encontro nomes como o ministro do Turismo , Gastão Vieira; Luiza Helena Trajano, presidente do Magazine Luiza; Enéas Pestana, presidente do Grupo Pão de Açúcar; Luiz Barretto, presidente do Sebrae; Marisol Argueta, diretora do Fórum Econômico Mundial; Wasmália Bivar, presidenta do IBGE; e Abdel-Hamid Mandouh, diretor de Serviços da Organização Mundial do Comércio; Flávio Rocha, presidente das Lojas Riachuelo, entre outros.

Dados do setor foram debatidos no encontro. A Andrade Gutierrez, por exemplo, informou que mais de 190 empregos são gerados por cada milhão de dólares exportado na área de serviços. O Brasil criou mais de um milhão de empregos com carteira assinada este ano e todos os oito setores da atividade econômica cresceram neste primeiro semestre. O destaque foram os serviços com quase 470 mil contratações.

 

Se há um setor da economia que se beneficiou do aumento de renda no Brasil foi o de serviços, que reúne bens intangíveis como bancos, imobiliárias, seguradoras, consultorias, etc. Os serviços já correspondem a 67% do produto interno bruto, e tende a crescer mais. Entre as 500 maiores empresas do Brasil, 242 são de serviços, um aumento de quase 10% em relação a 2007.

 

Please reload

Please reload

 Arquivo  
Please reload

 Posts Recentes  

Assembleia realizada em 05/11/2019

1/10
Please reload

 Posts de Destaque