Denuncie  

Carteiros viram alvo de bandidos e andam até com escolta armada

Os carteiros viraram alvos de bandidos e andam com escolta armada para fazer as entregas.

Quem espera por uma encomenda reclama. ?Compra alguma coisa via sedex e não vem. Demora muito, perde muito tempo?, diz um comprador.

Quem deixa de prestar o serviço denuncia: ?O trabalhador hoje não tem segurança nenhuma. Todo mundo não sabe o que fazer e vem trabalhar com medo?, afirma Luís Aparecido de Moraes, Sindicato dos Correios de Campinas.

A falta de segurança afeta o serviço de entrega de encomendas dos Correios em várias cidades do país. Em Maceió, um sistema de rastreamento via satélite foi instalado em todos os carros que fazem entregas na capital, mas nem a medida de segurança intimidou os bandidos.

Em São Vicente, no litoral paulista, a entrega de encomendas foi suspensa em vários bairros. Na Baixada Santista, 20% dos profissionais estão afastados por problemas psicológicos.

Em Campinas, no interior de São Paulo, o sindicato regional registra em média um assalto a cada três dias. No mês passado os serviços de Sedex ficaram suspensos em 132 bairros.

?Hoje em Campinas o serviço postal está prejudicando 400 mil pessoas por falta de entrega dentro do município?, afirma o representante do sindicato.

Para amenizar o problema, os Correios adotaram mutirões aos finais de semana, mas a solução parece distante. Um carteiro que tem medo de mostrar o rosto conta que foi assaltado 11 vezes nos últimos quatro anos e conta como os bandidos agem.

?Geralmente em dois em uma moto. O da garupa sempre armado. Ele desce, te aborda, te joga no baú da viatura, e pede sua camisa. O indivíduo que vai pilotando veste a camisa?, conta. Os bandidos levam a carga e abandonam o funcionário preso dentro do carro.

De acordo com a polícia, as cargas preferidas pelos bandidos são cartões de credito, talões de cheque e produtos eletrônicos. Entre as quadrilhas essas mercadorias têm a venda praticamente garantida, e no serviço de entrega dentro dos bairros se tornam um alvo fácil.

Para diminuir o problema, a polícia acredita que seriam necessárias ações preventivas. ?Controlar em tempo real onde está uma viatura dos Correios se está parada se está transitando ou não. Por outro o aumento ostensivo das rondas policiais para coibir este tipo de ação?, afirma o delegado da PF Hermógenes de Freitas.

Os Correios informaram que têm tomado medidas para impedir os assaltos

 

Assista o vídeo da matéria :

http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2013/03/carteiros-viram-alvo-de-bandidos-e-andam-ate-com-escola-armada.html

 

Please reload

Please reload

 Arquivo  
Please reload

 Posts Recentes  

Assembleia realizada em 05/11/2019

1/10
Please reload

 Posts de Destaque